sábado, 4 de agosto de 2018

PT nega recurso de Luizianne e apoio a Eunício para o Senado é mantido


Recurso que pede candidatura própria do PT Ceará ao Senado foi negado. A decisão do Diretório Nacional "ratificou" a decisão local da sigla, informou o deputado federal José Guimarães. A petição de Luizianne Lins recebeu 48 votos contra e 35 a favor, nesta sexta-feira, 3.
 A decisão final deve se dar neste sábado, 4, na Convenção Nacional do partido, a qual vai oficializar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto.
No argumento de Luizianne, membro da Executiva Nacional do PT, há alta popularidade do ex-presidente Lula no Ceará e, por isso, a necessidade de palanque com candidato ao Congresso.
Foram também apontados a intenção de manter a vaga da sigla no Senado e motivos contra o apoio a Eunício Oliveira (MDB).
 “Não podemos esquecer que o MDB de Temer, principal articulador do golpe juntamente com Eduardo Cunha, conspirou com o PSDB e executou o plano que derrubou o governo legítimo da nossa presidenta Dilma Rousseff, com voto favorável do senador Eunício Oliveira”, diz trecho do documento.
  Base
A decisão de não lançar nome do partido ao Senado, acaba abrindo caminho para reeleição do presidente do Congresso Nacional. Na base de Camilo Santana (PT), o assunto já é pacificado. O governador contra-argumenta a movimentação de reversão da decisão local em âmbito nacional ao ressaltar a decisão “democrática” local.
 + No último dia 28, o PT Ceará decidiu, por 200 votos a 70, que não terá candidato ao Senado
 “Mais de 75% dos delegados estaduais aprovaram a resolução. Espero que a decisão da maioria democraticamente decidiu seja mantida”, declarou o petista.
 De acordo com a deputada Luizianne, a estratégia recursal tem base em entendimento nacional do partido: manter as vagas já ocupadas pela legenda.
“Nesse recurso a gente vai estar recorrendo à instância do Diretório Nacional se possível ao Encontro Nacional que será no sábado, 4, para rever a decisão e lançar um candidato ao Senado do Partido dos Trabalhadores”, disse a deputada.
 “E nós fazemos isso porque acreditamos que o partido não pode diminuir de tamanho. Nós temos uma vaga já de Senado, ocupada pelo José Pimentel, e acreditamos que essa vaga não pode sair do PT porque a orientação da Executiva do PT é nenhuma vaga a menos, e, além disso, que a gente amplie a possibilidade os espaços do PT na Câmara e no Senado”, acrescentou a ex-prefeita de Fortaleza.
Fonte Povo

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site