sábado, 24 de novembro de 2018

Chove em 26 cidades do Ceará; Tauá registra chuva de 60mm

De acordo com a Funceme, as dez maiores chuvas foram observadas em Tauá (60mm); Arneiroz (57.5mm), Catarina (53.0mm), Orós (50.0mm), Mombaça (38.0mm), Pires Ferreira (32mm), Farias Brito (30.6mm), Iguatu (22mm), Cedro (20mm) e Acopiara (17mm). Para hoje (24), a Funceme prevê tempo nublado com possibilidades de chuvas na região Centro-Norte. Nas demais regiões, céu entre parcialmente nublado e claro. Já para o domingo (25), o tempo deve apresentar nebulosidade variável com eventos de chuva em todo o Estado.
O meteorologista e chefe da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz Teixeira, explicou que há possibilidade de continuar chovendo até o fim do mês em todo o Estado e o principal fator é aproximação da ZCIT da costa do Nordeste. "Houve uma proximidade da Zona de Convergência que desceu um grau do Equador e, associada às áreas de instabilidades e condições atmosféricas favoráveis (vento, umidade do ar), houve a formação de nuvens de chuvas".
Raul Fritz observa que não é comum, nesta época do ano, a aproximação da ZCIT da costa do Nordeste. "Não é frequente e estamos analisando os fatores, buscando uma explicação", comenta. Para o período de pré-estação chuvosa geralmente ocorrem formação de Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis e influência de sistemas frontais de Zona de Confluência do Atlântico Sul (frente fria) a partir da Bahia que traz chuvas para o Sul do Estado (Cariri cearense).
A ZCIT é uma banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre, formada principalmente pela confluência dos ventos alísios do Hemisfério Norte com os ventos alísios do Hemisfério Sul. É o principal sistema que provoca precipitações durante a quadra chuvosa (fevereiro a maio) no Ceará.
El Niño
Fritz lembra que o fenômeno El Niño, que decorre do aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial, está em formação e deve atuar nos meses em que mais chovem no Ceará (março e abril). "Já temos água aquecida no Oceano Pacífico e falta acoplar ao fato atmosférico para sua formação", explica. "Por isso é importante que ocorram boas chuvas no período de pré-estação e em fevereiro para possibilitar recarga dos açudes".
O fenômeno meteorológico El Niño exerce forte influência nas chuvas no Ceará, reduzindo a quantidade pluviométrica, provocando período de estiagem.
No campo, independente das análises e prognósticos da meteorologia, a chuva que caiu ontem animou os agricultores. "Além de suavizar o calor intenso, é indício de um bom inverno", declarou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva.
Fonte Diário do Nordeste
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site