segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Corpo de Ricardo Boechat será velado e cremado nesta terça em São Paulo

É velado na manhã desta terça-feira (12), no Museu da Imagem e do Som (MIS), o corpo do Ricardo Boechat, que morreu, ontem, aos 66 anos, após a queda de um helicóptero em São Paulo, causando comoção nacional. O incidente vitimou também o piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci, de 56 anos. O corpo do jornalista será cremado após o velório, em cerimônia reservada. O cemitério não foi informado a pedido da família.
Boechat trabalhava atualmente no Grupo Bandeirantes de Comunicação e, pela manhã, falou em seu programa matinal no rádio sobre a sucessão de tragédias no país, como Brumadinho (MG), e no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro.
O jornalista estava em Campinas (SP) palestrando a convite de uma empresa farmacêutica, em uma convenção anual de vendas da empresa. Apesar disso, a Libbs não confirmou o fretamento da aeronave, informou que o caso está em averiguação e disse, em nota, lamentar profundamente o ocorrido. "Durante 40 minutos ele esteve conosco em um bate-papo no qual imprimiu seu estilo, sempre autêntico e verdadeiro".
Em nota, o Grupo Bandeirantes, disse lamentar "o súbito falecimento do jornalista" que "além de um profissional muitíssimo conceituado, premiado e admirado, o Brasil perde um grande homem, pai de seis filhos, avô e amado esposo. Estamos todos, funcionários e colaboradores, muito tristes e abalados com esta trágica notícia".
Repercussão
Pelas redes sociais, jornalistas, políticos e celebridades lamentaram a morte. Os presidentes da Câmara e Senado, Rodrigo Maia (DEM) e Davi Alcolumbre (DEM), manifestaram pesar e tristeza pela notícia, assim como o presidente Jair Bolsonaro. "Estamos muito pesarosos, muito sentidos com esse passamento trágico do nosso amigo Ricardo Boechat", disse Bolsonaro.
Amigos e ex-colegas de Boechat também se manifestaram. O jornalista Tino Marcos, da TV Globo, afirmou que era ouvinte e fã. "O jornalismo perde muito, muito. O mundo anda triste", disse. Chico Pinheiro, também da TV Globo, disse que o conheceu na década de 1990 e sempre o admirou. "Sentiremos sua falta. R.I.P.", comentou no Twitter.
Carreira
Ricardo Boechat era filho do diplomata Dalton Boechat e nasceu no dia 13 de julho de 1952, em Buenos Aires. Na época, o pai estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores na Argentina. O jornalista teve passagem pelo O Globo, O Estado de S.Paulo, Jornal do Brasil e O Dia. Boechat é ganhador de três prêmios Esso de jornalismo. É também o maior ganhador do Prêmio Comunique-se.
Fonte D N
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site