terça-feira, 14 de agosto de 2018

Casal some, marido aparece ferido 2 dias depois, diz que mulher morreu em acidente e é preso

Um homem foi preso nesta terça-feira (14) suspeito de ter simulado um acidente para esconder o assassinato da mulher dele, em Matupá, a 696 km de Cuiabá. Itacir Lopes da Silva, de 30 anos, e a mulher dele, Lucimar Sousa de Oliveira, de 20, estavam desaparecidos desde sexta-feira (10). Itacir procurou atendimento médico no hospital de Matupá na segunda-feira (13) e contou que sofreu um acidente onde a Lucimar havia morrido. No entanto, segundo o delegado Claudemir Ribeiro de Souza, da Polícia Civil, o marido inventou a história. “Estamos fazendo a prisão em flagrante dele por homicídio qualificado. Ele não confessa o crime, mas disse que não se lembra de nada”, disse o delegado. Segundo a Polícia Militar, o casal mora em uma gleba e viajava de motocicleta pela estrada no Distrito de União do Norte para Matupá, onde buscaria uma encomenda de roupas. Na segunda-feira o marido foi até o hospital de Matupá, supostamente machucado, e alegou que sofreu um acidente na estrada. O corpo de Lucimar foi encontrado às margens de uma estrada perto da motocicleta. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, a 503 km de Cuiabá. A causa da morte será esclarecida em um laudo.
A família de Lucimar registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do casal alguns dias antes do crime. Eles relataram que não tinham contato com eles desde o dia 8 de agosto e que a vítima deixou os filhos com os parentes. Segundo o delegado Claudemir Ribeiro, não há vestígios de acidente no local onde Itacir alegou que sofreu o acidente com a mulher. “Não ocorreu nenhum acidente, não existem vestígios de qualquer tipo de acidente ou um cenário que indique isso. Vamos aguardar o resultado da perícia no IML para saber [a causa da morte da vítima]”, finalizou o delegado. Itacir disse ao delegado que se recorda de sair de casa, mas não lembra de mais nada depois da partida. O delegado deve encaminhar o suspeito para a cadeia pública de Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá.
 Fonte: G1
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site