terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Mortandade de peixes no Açude Castanhão ultrapassa 500 toneladas HÁ 55 MINUTOS

A Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico, Aquicultura e Pesca de Jaguaribara atualizou os números de mortandade de peixe ocorrida na última sexta-feira no açude Castanhão, o maior do Ceará, que acumula apenas 3,6% de seu volume.
Os números atualizados são bem maiores do que a estimativa inicial de 100 toneladas. O total de pescado que os cooperados perderam foi de 283 toneladas, um prejuízo avaliado em R$ 1,5 milhão. 
A Prefeitura informou que também houve perdas em criatórios de empresários e produtores de outras associações. Um montante de peixes mortos que ultrapassa 500t.
“Estivemos, juntamente com o engenheiro de pesca da Emartrce. Édson Sousa, e com um representante da Câmara Municipal, vereador Neudo Oliveira, levantando informações sobre a mortandade de tilápia nos criatórios, na bacia do Castanhão, na sede da Cooperativa dos Criadores de Peixes do Curupati, conversamos com os criadores e todos estão tristes, preocupados com o prejuízo que tiveram”, disse a secretária de  Desenvolvimento Econômico, Aquicultura e Pesca de Jaguaribara, Lívia Barreto.
Foi criada uma comissão para buscar apoio junto aos órgãos competentes. Ainda nesta semana, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Aquicultura e Pesca de Jaguaribara fará o relatório dos impactos econômicos e a Ematerce vai concluir o laudo técnico que apontará as causas da mortandade.
“Todos reconhecem os riscos assumidos para produzir tilápias com a atual condição do açude, os produtores que vivem na península do Curupati Peixe só tem essa fonte de renda e optaram por tentar produzir, mesmo com toda essa crise hídrica, alguns perderam, e outros não, ainda resistem”, pontuou Lívia Barreto.
O parque de criação do Curupati Peixe foi o mais afetado com a mortalidade de pescado em gaiolas, criados de forma intensiva. 
Curupati 
A península do Curupati Peixe é um assentamento que foi construído para as famílias das comunidades rurais que foram inundadas da antiga Jaguaribara, com a construção do Castanhão.

É um projeto de características diferenciadas dos demais, pois os reassentados foram induzidos à piscicultura em tanques-redes.
O projeto produtivo foi criado pelo governo do Estado do Ceará, no ano de 2007 para atender as famílias que cederam suas terras produtivas para dar espaço às águas do Castanhão.
Fonte DN
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

Sessão Mesa Posta


Dia das Mães é na Distribuidora Roque. Lá você tem vários motivos para presentear a melhor mãe de todas.

Confira as ofertas:

*Conjunto de xícaras Expresso 12 peças R$19,99

*Conjunto de Jarra com copos 5 peças R$23,99

*Prato de vidro para Bolo R$19,99

*Porta retrato com o nome mãe R$14,99

*Boleira redonda MB R$6,99

E muito mais!!!

A seleção dos melhores presentes para o dia das mães você encontra na Distribuidora Roque.

E para você não deixar de comprar o presente da sua mãe, atenderemos em horário especial no mês de maio. Sábados até as 16h.

Encosta da Serra

Arena I9 Assaré-CE

Inove Eventos

Produtos Nativus

Distribuidora Roque

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Madral Madeira e Material de Construções

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site