Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

sábado, 13 de julho de 2019

Agricultor encontrou Zé do Valério, pôs remédio em comida para tentar dopá-lo e chamou a polícia

Zé do Valério
  Um morador do município de Buriti dos Montes, no Piauí, identificou e ajudou a prender Zé do Valério, suspeito de estuprar e matar uma universitária na cidade de Pedra Branca. O agricultor levou a polícia ao local onde o homem estava escondido. João Elias deu comida ao suspeito por três dias e chegou a colocar remédio para dormir na coalhada de Zé do Valério, na intenção de capturá-lo. Ao encontrar a polícia de Crateús fazendo buscas pelo suspeito na região, levou os agentes até o local nesta sexta-feira (12). 
O vaqueiro foi capturado em uma área de mata fechada após cerco realizado por policias da Força Tática e da subagência de Inteligência do 7º Batalhão de Polícia Militar de Crateús. De acordo com a fonte do Sistema Verdes Mares, o suspeito estava acordado quando os policiais chegaram, e tentou correr, mas foi capturado. Com ele, a polícia apreendeu uma arma com seis munições.   
As buscas por Zé do Valério ocorriam há mais de dois meses nas regiões de mata do Ceará e Piauí. Durante a fuga, o vaqueiro roubou uma moto, invadiu uma casa e furtou comida, mas sempre acabava escapando do cerco policial se escondendo na mata. 
Zé do Valério
Em 21 de junho, ele chegou a trocar tiro com os policiais do Piauí, na mesma região de Buriti dos Montes, e fugiu logo depois. Os agentes de segurança apreenderam panelas e o material que ele usava para preparar comida. 
Com a notícia da prisão, a mãe da universitária disse ter “gratidão a Deus pela vitória”. "Não vai trazer a nossa menina de volta, mas vai aliviar a nossa dor", comentou Joelma Oliveira.  
"Nossa família só tem gratidão a Deus por essa vitória. Não desejo a ninguém a dor que sentimos com a perda da Danielle. A justiça agora será feita e estamos aliviados. Agora esse psicopata não vai mais fazer nenhum mal para ninguém", acrescentou. 
O crime 
Zé do Valério é o principal suspeito de matar a universitária Danielle Oliveira, de 20 anos. Ela foi encontrada morta em um sítio vizinho ao da sua família, na localidade de São Gonçalo, no Ceará, despida e com ferimento no olho esquerdo, em 25 de abril. Danielle estava desaparecida desde a noite do dia 24. O suspeito havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais. 
Fonte DN





Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Tv Patativa do Assaré

Mob Telecom

Mob Telecom O dom de conectar: 0800-020-9000

Curta Nossa Página no Facebook

Distribuidora Roque

Nova Assaré Loteamento

Farmácia Menor Preço

Ledi Festas

Vivo em qualquer lugar use vivo

Inove Eventos

Produtos Nativus

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site