Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Governo determina reforço da polícia para investigar morte de prefeito de Granjeiro

Forças policiais de pelo menos cinco municípios do interior do Ceará estão mobilizadas para investigar e identificar os suspeitos do assassinato do prefeito da cidade de Granjeiro, João Gregório Neto (PSD), morto a tiros enquanto caminhava próximo à parede do Açude Junco, na manhã desta terça-feira (24). A vítima foi atingida pelas costas. 
O governador Camilo Santana se manifestou sobre o caso, lamentando o ocorrido e afirmando que foi determinado “rigor absoluto nas investigações, com reforço de equipes na região, para que os criminosos sejam identificados e presos o mais rápido possível”. 
Equipes da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, da Regional de Iguatu e do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI Sul) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) foram mobilizadas para o local. A Polícia Militar do Ceará (PMCE) também participa das buscas pelos suspeitos com equipes de Cariús, Cedro, Iguatu, Juazeiro do Norte e Várzea Alegre. 
De acordo com testemunhas, um carro aproximou-se do gestor e o suspeito efetuou os disparos. Ainda segundo as testemunhas, foram ouvidos pelo menos três tiros. Imagens de uma câmera de vigilância mostram um carro em fuga momentos após o crime. Segundo uma fonte da polícia, é o veículo utilizado pelos assassinos. 

‘TAVA MEIO DIFERENTE’ 

O irmão da vítima, Cícero Gregório disse que o prefeito não comentou nada com a família sobre ameaças de morte. Porém, que um amigo de João Gregório, ao sair com ele nos últimos dias, comentou com Cícero que o notou “meio diferente”. 
“É um vereador amigo dele, e notou que ele tava meio diferente”, disse o irmão. 
O prefeito costumava andar com seguranças, segundo a família. E fazia caminhada no mesmo local todas as manhãs. 
“Não tinha rixa com ninguém, nunca brigou com ninguém. A família não deve pra ninguém”, completou o irmão. 
Amigo do prefeito, o comerciante Francisco Soares também lamentou a morte.  
“Pessoa muito querida pela população, dava atenção a todo mundo, não fazia diferença de ninguém. Pegou todo mundo de surpresa, o Granjeiro perdeu muito com essa tragédia.” 

VIDA PÚBLICA

Gregório ingressou na política como vereador em 1989 e foi reeleito em 1993, ambas as candidaturas pelo Partido da Frente Liberal (PFL). Em 2016, retornou como candidato a prefeitura de Granjeiro e foi eleito com 2.358 votos (52.39%).
Conhecido popularmente como "João do Povo", em novembro de 2018 foi alvo da Operação Bricolagem da Polícia Federal, que investigava fraudes em licitações. As investigações mostraram que o prefeito chegou a movimentar cerca de R$ 26 milhões em um período de dois anos na conta de um parente,beneficiário da aposentadoria rural. Na casa do gestor, a PF encontrou R$ 213 mil em caixas de sapato. 
Fonte DN






Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site