Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Ao menos 16 deputados do CE se preparam para disputar prefeituras

Na  corrida eleitoral deste ano, pelo menos, dez deputados estaduais e seis deputados federais cearenses já anunciaram pré-candidaturas a prefeito. O pleito municipal pode mudar a composição da Assembleia Legislativa e da bancada cearense na Câmara dos Deputados, caso parlamentares se licenciem do cargo para focar na campanha, o que não é obrigatório pela legislação eleitoral. Alguns atestam, desde já, que não tirarão licença neste ano. Em outros casos, as articulações para possíveis trocas de cadeira com suplentes estão à espera de definições sobre o retorno das atividades nas Casas Legislativas.
Alguns dos parlamentares pré-candidatos à eleição majoritária deste ano, que compõem a base aliada do governador Camilo Santana (PT), também prometem travar embates acirrados em municípios cearenses que têm como principal base eleitoral, onde são adversários políticos.
Um caso clássico é o de Tauá, na Região dos Inhamuns. Lá, a deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD), esposa do presidente estadual do seu partido, Domingos Filho, vai concorrer à Prefeitura do Município, que já comandou por três mandatos. Patrícia foi a candidata a deputada mais votada em Tauá, em 2018, com 14.056 votos.
Seu adversário é o grupo político do deputado estadual Audic Mota (PSB), que lançou o irmão, Dr. Edyr (PP), para concorrer à Prefeitura de Tauá neste ano. Em 2016, Carlos Windsor (PSC), primo de Audic, foi eleito prefeito da cidade, mas acabou afastado do cargo por irregularidades. Na eleição geral de 2018, Audic Mota foi o segundo deputado estadual mais votado em Tauá, com 7.552 votos.
Iguatu também deve ser palco de nova disputa entre governistas. De um lado, o deputado estadual Agenor Neto (MDB), ex-prefeito da cidade por dois mandatos, e do outro, o deputado estadual Marcos Sobreira (PDT) ou a mãe, a ex-deputada Mirian Sobreira. Na eleição de 2018 para a Assembleia Legislativa, Agenor teve 19.878 votos na Cidade e Marcos, 17.683.
RMF
Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), deve ter dois nomes novos na disputa. Um deles é o deputado estadual Elmano de Freitas (PT), ex-candidato a prefeito de Fortaleza em 2012. Na última eleição para deputado estadual em 2018, o petista ficou em oitavo lugar entre os candidatos mais votados em Caucaia, com 3.966 votos.
Questionado sobre as chances na eleição no segundo maior colégio eleitoral do Estado, Elmano diz que sua votação para deputado aumentou em Caucaia - foram menos de mil votos em 2012 - e aposta na inserção do partido no Município. "Nossa relação com os povos indígenas, quilombolas, assentados da reforma agrária, comerciários, trabalhadores em geral nos credencia a apresentar uma proposta consistente", afirma. O parlamentar cita, contudo, que não deve se licenciar do cargo por causa da campanha.
Pros
Outro estreante na disputa em Caucaia deverá ser o deputado estadual Vitor Valim (Pros). Ele conquistou 6.099 votos na eleição para a Assembleia Legislativa em 2018, sendo o terceiro candidato mais votado no Município. Valim ressalta que as alianças eleitorais serão definidas com a proximidade das convenções - previstas para o período entre 20 de julho e 5 de agosto.
"Coloco meu nome dentro do Pros como pré-candidato em Caucaia e aí, sim, havendo essa coalizão, composição dentro do partido, para que possamos aglutinar pessoas que pensam como a gente, que possamos fazer uma oposição propositiva", afirma o parlamentar. Uma eventual licença de Valim do cargo na Assembleia Legislativa está sendo articulada nos bastidores pelo seu grupo político, liderado no Estado pelo deputado federal Capitão Wagner, que preside o Pros.
Em Maracanaú, outro município da RMF, parlamentares pertencentes a grupos políticos adversários também deverão ser protagonistas do embate eleitoral: o deputado estadual Júlio César Filho (Cidadania), opositor à atual gestão do Município, e o deputado federal Roberto Pessoa ou a filha, a deputada estadual Fernanda Pessoa, ambos do PSDB e aliados da Prefeitura.
Ainda na Região Metropolitana de Fortaleza, o deputado estadual Bruno Gonçalves (Patriota) deve concorrer à Prefeitura de Aquiraz. O pai dele, Dr. Acilon Gonçalves (PL), é prefeito de Eusébio, município vizinho. Bruno foi o segundo deputado estadual mais votado em Aquiraz, em 2018, com 8.675 votos. Ele se licenciou do cargo no ano passado e aproveitou para fortalecer bases eleitorais.
"Depois que a gente veio administrar o Eusébio, a gente (viu que) faz fronteira com Aquiraz em todos os lados. Muitos (moradores de) bairros vêm para dentro do Eusébio para se empregar, passear. Todo o pessoal que mora no Aquiraz, direta ou indiretamente, está ligado à gente", disse o deputado, ao justificar a pré-candidatura.
Na Região do Cariri, o deputado estadual Nelinho (PSDB) mantém seu nome na disputa à Prefeitura de Juazeiro do Norte, e um colega, deputado estadual Nizo Costa (PSB), afirma que é pré-candidato a prefeito de Cariús. Na Região Norte, o deputado federal Moses Rodrigues (MDB) deve concorrer de novo à Prefeitura de Sobral, provavelmente, contra o prefeito Ivo Gomes (PDT). Moses pediu licença da Câmara, no ano passado.
Fortaleza
Em Fortaleza, outros parlamentares se lançaram como pré-candidatos ao Poder Executivo, como os deputados federais Capitão Wagner (Pros) e Célio Studart (PV). A deputada federal Luizianne Lins (PT) também é cotada para entrar na disputa. O deputado federal Heitor Freire (PSL) diz ser pré-candidato na Capital, mas, nos bastidores, aliados dão como certo o apoio dele a Capitão Wagner.
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual José Sarto (PDT), também é cotado dentro da base governista como uma das possibilidades do PDT para a disputa em Fortaleza. Já o deputado estadual Heitor Férrer (SD), veterano em eleições municipais, diz que é nome certo no pleito deste ano e não deve pedir licença da Assembleia.
"Estou ligando para o partido exatamente para saber como vão ser as convenções, porque os prazos (eleitorais) continuam. Não tem partidos ainda conosco (para coligação). Se estivéssemos em tempos normais, já tínhamos tido muitos contatos", pontuou o parlamentar.
O deputado estadual Renato Roseno (Psol) também anunciou sua pré-candidatura à Prefeitura de Fortaleza. "Acho que o maior desafio é reinventar nosso pacto de sociabilidade. O Psol pode falar ao público que demanda um novo projeto político inclusivo, solidário e ecológico", defende. Roseno deve se licenciar do cargo no Legislativo para a campanha, mas ainda não definiu a data. 

DN
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Posto Pague Menos

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site