Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

domingo, 14 de junho de 2020

Suplente condenado por corrupção no STF pode assumir vaga de deputado federal pelo Ceará

No mês de julho, o Ceará poderá ter, no Congresso Nacional, exercendo o mandado, um parlamentar condenado no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, com pena fixada em 13 anos de prisão. Trata-se de Aníbal Ferreira Gomes, cuja condenação foi determinada pelo Supremo na última semana.
Ele atualmente é suplente de deputado federal e estava sendo investigado por desvios em contratos firmados entre empresas e a Petrobras, no âmbito da operação Lava-Jato.
O cearense foi o segundo político condenado pelo STF nessa operação, como mostramos aqui na semana passada, mas vai recorrer da condenação.
Exclusivo
A posse de Aníbal deverá ocorrer por conta de uma mudança na bancada cearense no Congresso Nacional. Com exclusividade, esta coluna apurou que o deputado federal Mauro Benevides Filho (PDT) deve voltar ao Estado para reassumir o cargo de secretário de Planejamento e Gestão no governo Camilo Santana.
Nesta semana, o governador nomeou o então interino da Seplag, Flávio Jucá, para a Casa Civil, também interinamente. A dança das cadeiras e o momento de crise fiscal com a pandemia do coronavírus ensejam o retorno do titular. A saída de Mauro da Câmara abre vaga para a entrada de um suplente.
Em articulação
Aníbal Gomes assumiu a titularidade do mandado já nesta legislatura, no ano passado, em licença do próprio Mauro Filho. Aliás, desde janeiro do ano passado, que o suplente pleiteia junto aos líderes do grupo político governista um acordo para assumir o mandato. A ideia era que ele já tivesse assumido em fevereiro, com a saída de Mauro para a Seplag, mas a reforma da Previdência mudou os planos.
Estados em crise
A grave crise fiscal que tem feito a arrecadação estadual cair desde março (a perda já passa de R$ 1 bilhão) acelera o retorno de Mauro Filho à Seplag. Mauro é o coordenador da política fiscal cearense, cujos resultados são reconhecidos nacionalmente, mas o momento de crise tem feito com que as gestões estaduais entrem em alerta.
Trânsito em julgado
A mudança neste momento, entretanto, pode gerar uma saia justa para a base aliada do governador Camilo Santana. Aníbal acabou de ser condenado no STF por crimes cometidos na Lava-Jato. Inclusive, uma das punições é a proibição de ocupar cargos e funções públicas por mais de 20 anos. Entretanto, como ainda cabe recurso da decisão, o suplente responde aos crimes em liberdade e vai recorrer. A pena deve ser cumprida só após trânsito em julgado.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Posto Pague Menos

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site