Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Camilo sairá do PT?

O pai do governador Camilo Santana (PT), que atualmente é Superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), afirmou que o gestor já deveria ter saído do Partido do Trabalhadores. A declaração dele foi feita ao jornalista, blogueiro e colunista do O POVO, Eliomar de Lima. Eudoro deixou a legenda em 2012 para apoiar a candidatura de Roberto Cláudio, naquela época pelo PSB, para a Prefeitura da Capital. Após isso, começaram especulações que o chefe do Executivo estadual deixaria a sigla. Nas palavras de Eudoro, o governador está enfrentando uma ‘saia justa’ dentro da legenda.
Até o momento, o PT homologou a pré-candidatura da deputada federal e ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins ao pleito eleitoral deste ano para o Paço Municipal da Capital. Ela é contra uma aliança com o PDT, que, por sua vez, é defendida por Camilo, que ainda não se manifestou sobre o nome que deve apoiar para a Prefeitura.
Em recente entrevista ao Sistema Verdes Mares, Camilo criticou a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, em um sinal de desconforto com o escasso diálogo nas decisões políticas no Estado. Para ele, quando a atual deputada federal veio ao Ceará, encaminhou um acordo de candidatura e não o convidou para a conversa, foi um “desrespeito”, mas, em seguida, pontuou que é um “homem de diálogo”. No último domingo, 05, o mesmo fato se repetiu, quando a candidatura de Luizianne foi homologada e Camilo não foi consultado.
A confirmação da não opinião do governador cearense na confirmação da pré-candidatura da ex-prefeita surgiu com a nota do deputado federal Acrísio Sena, que defendeu a posição de Camilo como “papel importante na definição do projeto e do nome que melhor unifique esse campo”.
Nelson Martins (PT), que foi exonerado do cargo de assessor especial de Relações Institucionais do Governo, era uma das possibilidades apontadas nos bastidores para a pré-candidatura à Prefeitura, no entanto, não foi escolhido. Ele considerada “fundamental” que o seu partido tenha uma aliança com a sigla pedetista, discordando de Luizianne. Ela, por sua vez, nessa quarta-feira, 08, afirmou à Rádio O POVO CBN que pode abrir mão de sua candidatura caso Camilo afirme que Nelson será o candidato do PT.
Em Fortaleza, PT e PDT seguem a tendência nacional de não serem aliados. O ex-ministro Ciro Gomes, um dos principais nomes pedetistas, vem trocando farpas com a sigla petista há algum tempo, arrancando declarações contra ele de diversos nomes, desde Gleisi Hoffman até a própria Luizianne. A nível estadual, a aliança é sólida, assim como em outros municípios cearenses, como Quixadá, que se uniu para lançar Ilário Marques à reeleição.
Mas, Camilo sairá do PT? O Repórter Ceará consultou algumas pessoas de dentro do Governo do Estado que desmentem a informação e afirmam que Camilo não sairá do PT. Ele segue como a maior autoridade petista do Estado, tentando ser uma ponte de diálogo entre o PDT e o PT.


Repórter Ceará 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site