Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

domingo, 25 de outubro de 2020

Candidato a prefeito de Várzea Alegre omite bens à Justiça Eleitoral; pode ser preso


O candidato a prefeito de Várzea Alegre, pelo PP, Ribamar da Topique, pode ser preso por até 5 anos e, ainda, pagar multa por omitir da Justiça Eleitoral bens no ato de registro da candidatura. A pena está prevista no Art. 350 da legislação eleitoral, que fala de “crime de falsidade ideológica eleitoral”.

Ribamar da Topique é acusado de omitir da justiça a existência da empresa “José Ribamar de Almeida Dias – ME”, com CNPJ: 31.106.299/0001-97. Segundo a Receita Federal, por meio do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), a empresa tem capital social de R$ 120.000,00 e está sediada na residência do candidato em Várzea Alegre.

A empresa está ativa desde de 2018 e atua no ramo de Transporte Rodoviário Coletivo de Passageiros. Além de fazer itinerário fixo intermunicipal, a empresa presta serviços à Federação Nacional das APAES e ao Instituto Paraibano de Combate ao Câncer.

Ribamar da Topique é vereador e está no primeiro mandato. Se desatacou na Câmara pela crítica a empresas da cidade que tem escritórios em residências e que não possuem placas de identificação. O patrimônio declarado por Ribamar à Justiça Eleitoral é de R$ 595.000,00.

Madson Vagner








Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Posto Pague Menos

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site