Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Potengi: PT Estadual suspende filiação de candidato a vereador por suposta pratica de infidelidade partidária.


O candidato a vereador Antônio Orlando Cavalcante (PT) do município de Potengi foi penalizado com a suspensão por 60 da sua filiação ao partido por suposta pratica de infidelidade partidária.


Segundo a denúncia, o candidato estaria pedindo votos para Samuel Carlos (PSD) que é candidato a prefeito pelo Partido Social Democrático, adversário da candidata à reeleição Alizandra Gomes que é do Partido dos Trabalhadores.

Segundo a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores, o candidato a vereadora infringiu a alínea A do Artº 234 do Estatuto da Agremiação, ele supostamente desobedeceu as normas e orientação do PT, inclusive a fidelidade.

De acordo com o PT Estadual, a suspensão do vereador foi uma medida cautelar. Ele deve ser encaminhado à comissão de ética para avaliação. Para o PT, a punição de Antônio Orlando Cavalcante se provado a denúncia, o mesmo poderá ser expulso do partido e se eleito, perder o mandato, já que o mandato não é do candidato e sim do partido político ao qual o candidato é filiado.

O PT Estadual aguardará a defesa do acusado de infidelidade partidária para começar o processo na comissão de ética que culminará com sua absolvição ou não.

A decisão de suspensão do candidato a vereador deve ser mantida.

Por  Ferreira Júnior




Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Posto Pague Menos

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site