Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Alunos comem apenas arroz e reclamam de merenda escolar no interior do Ceará


Hoje foi só arroz, mãezinha.” Esse foi o relato que a agricultora Erilene de Sousa, mãe de um dos alunos da Escola Municipal e Ensino Fundamental Lucas Ferreira, em Irauçuba, interior do Ceará, ouviu do filho nesta quarta-feira (20), quando a criança de seis anos chegou em casa reclamando de fome. O colégio está usando a merenda remanescente do ano passado e forneceu aos alunos apenas arroz temperado.
Segundo Erilene, o filho dela reclama constantemente sobre a merenda escolar. “Antes tinha tudo, frango, sopa, carne de lata. Agora o meu filho fica pedindo para comprar merenda para ele levar para a escola, mas não tenho condições”, desabafa a mãe.
Segunda a diretora da escola, Maria Luiza Silva Passos, o colégio está usando a alimentação que restou do ano passado, enquanto aguarda a nova comida chegar. “Quando não tem merenda nós liberamos eles cedo, mas isso só aconteceu uma vez. Ontem a gente fez arroz temperado, com alho, cebola, mas pela parte da tarde a gente já tinha conseguido frango”, explicou.
Na manhã desta quinta-feira (21), o G1 presenciou a merenda dos alunos foi somente arroz temperado com pequenos pedaços de frango. A Secretaria de Educação de Irauçuba tratou o caso como "fato isolado".
“O frango não chegou em tempo hábil. As escolas estão com merenda remanescente de 2018 e também estamos recebendo doações de amigos, recebemos leite de um amigo diretor de uma escola estadual. Até sexta-feira conclui o processo da agricultura familiar e na próxima semana as escolas recebem a merenda”, pontuou a secretária Tânia Maria Fontenele.
O processo licitatório para a merenda escolar de 2019 ainda está acontecendo, mas o prazo para que as 26 escolas municipais e os cinco mil alunos recebam a comida para o lanche é “próxima semana”, segundo garantiu Maria Fontenele.

O processo licitatório iniciou no dia 11 de fevereiro e 42 empresas concorreram. “A demora se deu porque algumas entraram com recurso. Acredito que hoje seja finalizado esse processo e a partir da próxima semana o município vai ter merenda e merenda de qualidade”, conclui.

Denúncia

A vereadora Clea Caetano relatou que isso acontece em todas as escolas e já encaminhou denúncia para o Ministério público. O órgão chegou a instaurar um procedimento para fiscalizar a distribuição de merenda escolar no ano passado.
Após a fiscalização e a regularização no fornecimento da merenda o procedimento se encerrou. Segundo a promotoria, novas denúncias foram feitas e a promotora ainda irá analisar os autos do processo e ver a possibilidade de abrir uma nova investigação.



Fonte G1

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Linck 2 para a Sua Emissora

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Posto Pague Menos

Dra Jennifer Cabral

Cartório Belisário Melo

Curta Nossa Página no Facebook

As Mais lidas do site

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site