sábado, 25 de maio de 2019

Estradas precárias aumentam custos no Ceará


Os problemas nas estradas federais e estaduais cearenses não devem ser solucionados neste ano. No caso federal, há liberação insuficiente de recursos. A Superintendência Regional do Departamento Nacional de Rodovias (Dnit) no Estado tem aporte de R$ 50 milhões em manutenção e recuperação. O ideal seria R$ 150 milhões. A precariedade das vias impacta na logística dos produtos e aumenta os custos de produção no Ceará.
O presidente da Associação Empresarial de Indústrias (Aedi), Mozart Martins revela que o Anel Viário emperra os deslocamentos das cargas que saem do Distrito Industrial de Maracanaú e diz que os transtornos causados na região são "crônicos".
"A situação é delicada, pois cada um (Governo e Dnit) promete uma solução. Dos 32 km de obras, 14 km são em Maracanaú e o que se percebe é que em na cidade a coisa emperra. O Governo fala em 100 indenizações que precisam ser feitas", conta.
Além da indústria, as Centrais de Abastecimento de Ceará (Ceasa) também são prejudicadas. O analista de mercado da Ceasa, Odálio Girão, diz que os produtores encontram dificuldades de locomoção por causa das obras inacabadas.
Responsável pelo Anel Viário, a Superintendência de Obras Públicas (SOP) do Estado, reiterou que a previsão de entrega é para o fim do ano. O Dnit deve liberar recursos após análise do projeto do Estado. A demora é, para o presidente da Câmara Temática de Logística do Ceará, Heitor Studart, "o maior gargalo logístico do Ceará, que faz com que o Estado perca em competitividade".
O secretário do Desenvolvimento Econômico de Maracanaú, Antônio Filho, diz que os problemas podem fazer com que empresários "não tenham interesse de implantar negócios no Ceará" e que, no município, mais de 120 empresas dependem da conclusão do Anel Viário e duplicação da BR-222 até o Porto do Pecém.
Sobre a duplicação, a superintendente do Dnit no Ceará, Liris Campelo, revela que são precisos R$ 167 milhões para conclusão, porém pouco mais de 2% foram liberados.
Ela, que assumiu o cargo no ano passado, definiu como metas a entrega de viadutos em Horizonte, Tianguá e Umirim.
Sobre a liberação de apenas um terço do recurso necessário para manutenção e recuperação das estradas, diz que a bancada cearense no Congresso está ciente do problema, bem como o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.
Fonte: O povo
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Tv Patativa do Assaré

Gonverno do Estado

Clik na imágem acima e confira ou se preferir clik AQUI

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

Motor Familia

Rua Pe. Emílio Cabral 430 Centro Assaré CE. Telefone 88- 993072328

Juliane Leão

Juliane Leão,

Farmacêutica Esteta e cosmetóloga.

Atendimentos mensais na cidade de Assaré.

Endereço:

Avenida Perimetral, 126. (mesma clínica que Dr. Wagner Atende).

Contato: 88 9 9600 3294

Alconil Natural

Stop Fumo

Tanatopraxia

Vivo Pré

Encosta da Serra

Arena I9 Assaré-CE

Inove Eventos

Produtos Nativus

Distribuidora Roque

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Madral Madeira e Material de Construções

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site