Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Surpreendente: Mulher beija homem que tentou matá-la a tiros durante julgamento

Um homem acusado de tentar matar a namorada a tiros em agosto de 2019 foi condenado a sete anos de prisão em Venâncio Aires, interior do Rio Grande do Sul, nesta terça-feira (28). Lisandro Rafael Posselt, de 28 anos, estava preso desde o ataque a mulher, mas agora ficará em liberdade pois não possui antecedentes e a pena foi menor do que oito anos. As informações são do Zero Hora.

O julgamento teve um momento completamente fora do protocolo. Micheli Schlosser, a sobrevivente dos disparados, pediu autorização aos jurados para beijar o agressor. Ela também garantiu que o perdoava logo após prestar seu depoimento.

Jean Severo, advogado de Posselt, admitiu que não esperava a atitude da mulher e disse que a cena auxilio na estratégia da defesa.
"Se a vítima tem essa atitude, ela que é a principal interessada, isso certamente facilitou a nossa argumentação", pondera o advogado.
A sentença de Lisandro foi a seguinte: cinco anos por tentativa de feminicídio privilegiado (por agir sob forte emoção) e mais dois anos pelo porte ilegal da arma. Três dos quatro jurados votaram pela absolvição do acusado.
O advogado afirmou que a pena é “adequada” e disse que não recorrerá da decisão do Tribunal. Após o fim do julgamento, a vítima e o réu posaram abraçados para um foto.
De acordo com o promotor Pedro Rui Fontoura Porto, que atuou na acusação, a mulher alegou durante todo o processo que seria ela a culpada pelo descontrole emocional do homem. Micheli ainda afirmou que a discussão ocorreu após ela o ameaçar de uma falsa denúncia de estupro. 
"Entendemos que a versão não é verdadeira. Mesmo que fosse, não seria privilegiadora, pois o crime não foi na mesma hora. Ele saiu do local e retornou depois com a arma", explica o promotor, que vai recorrer para aumentar a pena de Posselt.
O caso
Segundo a investigação, Micheli Schlosser, à época com 25 anos, e Lisandro brigaram no dia 14 de agosto, na presença de amigos do casal. Depois do desentendimento, Lisandro deixou local, mas retornou armado, conduzindo uma moto.
Prevendo uma reação violenta, amigos do casal colocaram Micheli dentro de um carro para que ela pudesse se proteger. Ainda assim, Posselt disparou sete vezes pelo vidro traseiro, acertando cinco tiros na vítima, que ficou internada, mas se recuperou.
Um dia depois da tentativa de matar de Micheli, Posselt foi até a delegacia junto de seu advogado, entregou a arma do crime e foi preso preventivamente.
Enquanto o homem estava preso, Micheli tentou pedir uma medida protetiva contra o réu. Posteriormente, ela mudou de ideia e solicitou uma autorização judicial para visitar Posselt na cadeia, mas o pedido foi negado.














Fonte: BrNotícias Yahoo
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Mob Telecom

Mob Telecom O dom de conectar: 0800-020-9000

Curta Nossa Página no Facebook

Distribuidora Roque

Nova Assaré Loteamento

Inove Eventos

Produtos Nativus

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Loja Barateira

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site