domingo, 30 de setembro de 2018

Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro e Haddad estão tecnicamente empatados

Levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT) feito pelo instituto MDA, divulgado neste domingo, 30, mostra, pela primeira vez, um empate técnico entre os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Segundo a pesquisa, Bolsonaro tem 28,2% das intenções de voto e Haddad 25,2%.
 
Na sequência, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 9,4%, e Geraldo Alckmin (PSDB), com 7,3%.
No segundo turno, Haddad venceria Bolsonaro por 42,7% a 37,3%. Bolsonaro perderia de Ciro e venceria Alckmin. Haddad aparece empatado tecnicamente com Ciro, e ambos venceriam Alckmin em um eventual segundo turno.
 
A pesquisa foi realizada na quinta, 27, e na sexta-feira. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. 
 
Confira os números da intenção de voto estimulada para o 1º turno:
Jair Bolsonaro 28,2%
Fernando Haddad 25,2%
Ciro Gomes 9,4%
Geraldo Alckmin 7,3%
Marina Silva 2,6%
Henrique Meirelles 2%
João Amoêdo 2%
Álvaro Dias 1,7%
Cabo Daciolo 0,7%
Guilherme Boulos 0,4%
Vera 0,3%
João Goulart Filho 0,1%
José Maria Eymael 0,1%
Branco/Nulo 11,7%
Indecisos 8,3%
 
Redação O POVO Online
Share:

Ônibus tomba em Caririaçu com romeiros do Maranhão deixando dois mortos e vários feridos

Um acidente com um ônibus de romeiros deixou o saldo de duas pessoas mortas e cerca de 30 feridos por volta das 22h30min deste sábado na CE-060 que liga os municípios de Caririaçu e Lavras da Mangabeira. O motorista do coletivo sobrou na chamada Curva do Cotovelo no Sítio Genipapeiro em Caririaçu, perdeu o controle de direção e tombou às margens da rodovia estadual após passar a barra de proteção na descida da Serra de São Pedro. Os passageiros são romeiros de Timom (MA) que tinham passado por Juazeiro do Norte após percorrerem mais de 590 Km e seguiam na direção de Canindé onde ocorrem os festejos em louvor a São Francisco. Segundo o Sargento Jusceildo, que esteve no local à frente de uma viatura do Destacamento de Caririaçu, foi feita toda uma mobilização. Em pouco tempo ali estavam militares do Corpo de Bombeiros e ambulâncias do SAMU e das secretarias de saúde de municípios próximos. Dois romeiros morreram no local presos às ferragens do ônibus e os corpos estão sem identificação na Perícia Forense de Juazeiro do Norte. Segundo o enfermeiro Sérgio Luiz de Oliveira Sales, que estava de plantão no Hospital Geraldo Lacerda Botelho de Caririaçu e, também, trabalha no SAMU, a maioria dos feridos é formada por pessoas idosas requerendo melhores cuidados. Ele disse ter sido um m de noite e madrugada de intensa correria quando médicos e enfermeiros que estavam de folga foram ao trabalho ajudar no processo de triagem. Somente as ambulâncias do SAMU transferiram 11 pacientes para o Hospital Regional do Cariri alguns com traumas abdominais e de tórax. Passageiros que receberam alta e não tinham para onde ir foram acolhidos em residências de voluntários no município de Caririaçu.
Fonte Miséria
Share:

CHEFE DE GABINETE E FILHO DO PREFEITO DE ASSARÉ CHAMA CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL DE DOIDO.


O filho do prefeito de Assaré Evanderto Almeida e atual chefe de gabinete do gestor municipal conhecido por Popo Almeida, disse através de aplicativos na internet em um grupo criado (ASSARÉ COM CIRO) com mais de duzentos membros no whtsapp, que o candidato a deputado federal Robério Cavalcante é um doido.
 Leia a conversa a qual foi retirada um PRINTI
POPO ALMEIDA
“Agora vc deixar aqui uma pergunta?
O candidato federal e estadual dessas pessoas que vou citar trouxe de benefícios pra essa terra. Fernanda pessoa, Fernando santana, Guilerme mantimentos, federal Roberto pessoal, gensis, José Bezerra e esse outro doido ai que Jocélio postou.”
Popo Almeida referiu-se a postagem que fiz do Candidato em vídeo agradecendo aos amigos de Assaré pelo apoio.
Robério Cavalcante é candidato a deputado federal pelo PPS com o numero 2700 e escolhido através da Renovação Carismática Católica (RCC) do Ceará.

VEJA O VÍDEO POSTADO.


Share:

Morre a cantora Angela Maria

A cantora Angela Maria, uma das maiores do Brasil, morreu no final da noite deste sábado (29) em São Paulo. Ela tinha 89 anos e estava internada há cerca de um mês, no Hospital Sancta Maggiore, segundo informou seu marido, o empresário Daniel D’Angelo.
De acordo com a assessoria da cantora, ela foi internada com um quadro grave de infecção.
D'Angelo informou sobre a morte da cantora, uma das rainhas do rádio e de estrondoso sucesso entre os anos de 1950 e 1960, em um vídeo no Facebook. "É com meu coração partido que eu comunico a vocês que a minha Abelim Maria da Cunha, e a nossa Angela Maria, partiu, foi morar com Jesus", disse emocionado, ao lado de alexandre, um dos filhos adotivos do casal e de um outro rapaz.
No vídeo, D'Angelo conta que Angela Maria foi vencida após 34 dia internada em um hospital em São Paulo e de muito sofrimento.
A página oficial de Angela Maria no Facebook informou que velório e sepultamento serão realizados neste domingo (30) no Cemitério Congonhas.
FONTE G1


Share:

VEJA AS PRIMEIRAS IMAGENS EM VIDEOS NO ACIDENTE OCORRIDO AGORA A POUCO ENVOLVENDO ÔNIBUS QUE TRANSPORTAVA ROMEIROS PARA JUAZEIRO DO NORTE EM CARIRIAÇU

Acaba de capotar o ônibus ônibus de Romeiros nossa que dá acesso Caririaçu a Juazeiro aguardando mais informações SAMU deslocando para o local várias VTR do SAMU.
Informações dão conta que mais de 30 pessoas foram vitimadas.
Share:

sábado, 29 de setembro de 2018

PROFESSOR ASSARENSE MORRE EM ACIDENTE DE MOTO EM ALTANEIRA CE.


O professor Joaquim Leite Neto sofreu acidente moto, agora a pouco dia 29, na estrada que liga os municípios de Altaneira e Nova Olinda, sendo o mesmo socorrido para o Hospital de Altaneira onde deu entrada naquela unidade de saúde sem vida.
Uma segunda pessoa conhecida por Mateus, também estaria envolvida no acidente e que mesmo foi transferido em estado grave para o hospital regional em Juazeiro do Norte.
Joaquim Leite como era conhecido, além de professor, ocupou os cargos de Secretário de Saúde do município de Assaré e Diretor do Hospital Nossa Senhora das Dores na mesma cidade   
Mais informações em breve.

Share:

COORDENADORA DE SAÚDE EM ASSARÉ AGRIDE VERBALMENTE ATRAVÉS DE REDES SOCIAIS O JORNALISTA JOCELIO LEITE


Avisando a um senhor desocupado, semianalfabeto e asqueroso: Quem dá valor a merda é mosca! Não dou audiência não! Reduza-se a sua insignificância!



Essa mensagem foi enviada por uma senhora residente em Assaré CE, conhecida por nome de AMANDA , a qual ocupa uma cargo publico na prefeitura do referido município. Vale lembrar que as agressões verbais foram direcionadas a minha pessoa através das redes sociais, motivado a matéria publicada em nosso blog denunciando delitos cometidos por ela e outros que ocupam cargos públicos municipal.
O nosso blog denunciou após funcionários públicos de Assaré ter nos informado que, servidores públicos municipais estariam sendo pressionados e obrigados a realizar campanha eleitoral para os candidatos apoiados pelo prefeito municipal Evanderto Almeida e que os mesmos tiveram que passar horas do dia 27 Quinta feira, participando de atos políticos partidários realizando panfletagens, indo a varias residências, sobre a determinação e orientação de Amanda onde a mesma ocupa um cargo na secretária de saúde, juntamente com a secretária municipal de saúde conhecida por Roberta com a conivência do prefeito.
Informamos aos nossos leitores que não iremos deixar de noticiar, denunciar, e informar, porque pessoas que não disponibilizam de nenhuma capacidade emocional, e nem muito menos profissional,  venha tentar ofuscar a nossa credibilidade conquistada por mais de 30 anos como Radialista e Jornalista.
Toda população de Assaré é sabedora que em todos os períodos eleitorais em Assaré, os gestores praticam esse tipo de ilícito o que infelizmente não se ver nada sendo realizado para coibir esse tipo de abuso.
Vale lembrar também que durante 30 anos venho denunciando esse tipo de abuso de poder em Assaré
em todas as gestões passadas, e que esses que estão atualmente revoltados com nossa denuncia, é os mesmos que aplaudiam o nosso trabalho quando denunciávamos aos seus opositores, ou seja, eles somente ocuparam o lugar por apadrinhamento daqueles que também na época se revoltava contra nós.
Informamos que pela postagem realizada por essa senhora através de palavras sem nenhum fundamento e de baixo calão, pode se perceber que a mesma não tem o mínimo de educação e nem capacidade para assumir cargo nem mesmo com carcereiro do antigo Carandiru.
JOCELIO LEITE

Share:

Minha Casa, Minha Vida anuncia mais 4,5 mil unidades habitacionais no Ceará

O programa Minha Casa, Minha Vida abriu novas seleções para contratação de moradias. No Ceará, serão 4.512 unidades habitacionais, sendo 2.074 no Programa Nacional de Habitação Rural , 1.462 Fundo de Arrendamento Residencial e 976 no Entidades. Responsável por 80% do crescimento do setor da construção civil em todo o País, o programa do Governo Federal vai atender famílias com renda mensal enquadradas na Faixa 1, de até R$ 1,8 mil por mês, e também famílias com renda anual bruta de até R$ 17 mil, residentes em áreas rurais. Para o ministro Alexandre Baldy, as novas moradias representam mais investimentos e geração de empregos no País. “Essas ações corroboram nossa meta de priorizar os investimentos em habitações para atender mais famílias carentes, gerando qualidade de vida, emprego e renda para a população”, declarou. Em todo o Brasil, foi anunciada a construção de 61.649 mil novas unidades habitacionais. Os proponentes deverão apresentar toda a documentação necessária à análise das operações às instituições financeiras em até 30 dias. As contratações das propostas selecionadas ocorrem em até 60 dias.
 Fonte: Diário do Nordeste
Share:

Homem é preso por furtar celular de repórter dentro de delegacia em Teresina

Um homem identiFIcado apenas como Leonardo surpreendeu a polícia pela ousadia: ele foi preso em agrante por furtar o celular de um repórter dentro da delegacia do 22º Distrito Policial, localizado no bairro Santa Maria da Codipi, Zona Norte de Teresina. O caso aconteceu nessa quinta-feira (27). O suspeito estava na delegacia após se recusar a oferecer seus dados em uma abordagem policial realizada no bairro e a vítima fazia uma reportagem sobre um tiroteio que ocorrido na região. Após o sumiço do celular, o homem ficou do lado de fora da delegacia conversando com alguns populares, quando foi revistado e encontrado com o celular. Depois do acontecimento, a vítima que teve o celular furtado gravou um vídeo entrevistando o suspeito, que armou ter colocado o aparelho no bolso porque achou que não funcionava. “Se eu soubesse que o celular ´prestava´, eu não tinha pego não, eu teria ido embora”, afirmou. A vítima é o repórter comunitário Lucas Rangel, conhecido como Ligeirinho da Notícia, que faz matérias sobre a região da Santa Maria da Codipi, localizada na periferia Norte de Teresina. Lucas contou no vídeo que deixou o celular em cima da bancada do distrito policial enquanto fazia uma reportagem sobre o tiroteio na região e quando voltou, o aparelho havia sumido. O suspeito estava do lado de fora da delegacia comendo e conversando com algumas pessoas quando foi revistado e encontrado com o smartphone.  O delegado Tales Gomes, do 22º Distrito Policial, contou que o suspeito foi abordado pela polícia em uma batida na região e levado para a delegacia para checagem de antecedentes. Também foi descoberto que o homem responde a dois processos em fase de recurso. Após a averiguação, o homem foi liberado. O suspeito foi encaminhado pela Central de Flagrantes e pediu perdão à vítima. “Pelo amor de Deus, eu peço bem aqui perdão. Me dá uma oportunidade aí”. Segundo o delegado Tales, essa é a primeira vez que ocorre uma ocorrência dessa natureza dentro do distrito.
 Fonte: G1 PI
Share:

Esfaqueador de Bolsonaro agiu sozinho e por motivação política, diz PF

A Polícia Federal finalizou nesta sexta-feira, 28, o primeiro inquérito que investigou o ataque de Adélio Bispo ao candidato ao Palácio do Planalto Jair Bolsonaro (PSL) e concluiu que ele atuou sozinho no dia do crime, motivado pelo "inconformismo político".
Um novo inquérito será aberto para que PF investigue os dados telefônicos e contatos mantidos por Adélio. As informações sobre a conclusão da investigação foram dadas pelo delegado Rodrigo Morais, responsável pela investigação na Superintendência da Polícia Federal de Minas Gerais. Ao longo da apuração, disse o delegado, a PF descobriu que Bispo chegou a tentar comprar uma arma de fogo, mas por causa da burocracia e dos custos desistiu da ideia.
Outra descoberta dos investigadores foi que no dia 1ª de setembro, cinco dias antes do crime praticado na cidade de Juiz de Fora, Bispo publicou uma ameaça em uma página de seguidores de Bolsonaro. Na mensagem, o agressor chamava o candidato de "marionete do capitalismo" e encerra, segundo a PF, dizendo que Bolsonaro merecia um tiro na cabeça.
O delegado explicou que Bispo, como havia sido noticiado pela imprensa, realizou um curso de tiro na cidade de Florianópolis, em julho deste ano. A PF esteve no local, tomou o depoimento das pessoas que trabalham no local e soube que na aula final do curso Bispo chegou a disparar 70 tiros.
Questionado sobre as aulas, o agressor confirmou à PF que tinha interesse em adquirir uma arma. Segundo ele, o objetivo da aquisição era "proteção" uma vez que se sentia ameaçado pelo fato de ter feito denúncias contra um político da cidade mineira de Uberaba. A PF investigou a suposta denúncia e confirmou que foi feita uma denúncia formal contra esse político. O nome não foi divulgado. "Ele nos disse que tentava adquirir uma arma de fogo, mas não conseguiu por conta das dificuldades burocráticas e do custo", disse o delegado do caso.
Inconformismo
Para o delegado Morais, os depoimentos do próprio Bispo e análise do material permitem afirmar "a motivação foi o inconformismo político em relação ao candidato Jair Bolsonaro". Bispo, disse o delegado,se diz adepto da ideologia política de esquerda enquanto Bolsonaro seria de extrema-direita. No material amealhado nas redes sociais de Bispo, a PF chegou a encontrar uma ameaçada de morte a Bolsonaro em uma publicação.
"Ficou claro que havia essa discordância em relação aos projetos políticos do candidato. Dessa forma se configurou o crime contra a segurança nacional", explicou Morais. Bispo foi indiciado no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional que fala sobre atentado a pessoas por inconformismo político.
Família
Questionado sobre uma possível pressão exercida pela família de Bolsonaro e pelas declarações do próprio candidato sobre uma possível operação abafa, o delegado Rodrigo Morais disse que isso não incomoda. "(Não incomoda) porque o trabalho é técnico, a hipótese do envolvimento de terceiros nunca foi descartada. A gente não trabalha pautado nesse tipo de coisa (comentários da família)", disse o delegado.
Especificamente sobre o comentário de Bolsonaro em entrevista à rádio Jovem Pan, o delegado disse que "esse tipo de comentário é irrelevante e não influi em nada nas condições do trabalho". Morais também foi questionado se a família procurou a PF para indicar alguma linha investigação ou diligência que achava necessária. Segundo o delegado, a família ou advogado de Bolsonaro nunca procurou a PF para sugerir ou indicar alguma suspeita que devesse ser apurada.
2º inquérito
Para chegar à conclusão da atuação isolada de Bispo, 50 policiais da PF analisaram 150 horas de vídeos, 600 documentos e 1.200 fotos. Além disso, foram analisados 2 terabytes de informações encontradas com Bispo e de quebras de sigilo telefônico, bancários e telemático.
No segundo inquérito, a PF vai fazer uma devassa nos dados telefônicos e contatos mantidos nos últimos cinco anos. Além disso, serão analisadas 6 mil mensagens trocadas via aplicativo e dados coletados em seis e-mails utilizados por Bispo. Desses e-mails, já foram analisadas 1060 mensagens.
Agência Estado
Share:

Política ELEIÇÕES 2018 TRE proíbe realização de carreata em apoio a Bolsonaro neste domingo, em Fortaleza

Carreata política que seria realizada domingo, 30, foi proibida pela coordenadora de Fiscalização da Propaganda Eleitoral e do Poder de Polícia de Fortaleza, juíza Adriana da Cruz Dantas. A decisão foi divulgada na noite desta sexta-feira, 28. O "Ato Nacional de Apoio a Bolsonaro" previsto para a Capital estava sendo organizado pelo grupo "Endireita Fortaleza".
  
O evento estava programado com concentração na Arena Castelão e utilização de boneco gigante, de 12 metros de altura. Pelo trajeto previsto, a carreata seguiria até o Porto do Mucuripe. O ato não foi comunicado à Justiça Eleitoral, mas "amplamente" divulgado na redes sociais, conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
A decisão judicial foi amparada na ocorrência de outro evento agendado para o mesmo dia e horário, noticiado previamente à Justiça Eleitoral e à Autarquia Municipal de Trânsito, promovido pelo candidato a deputado estadual Evandro Leitão.
  
A magistrada determinou que os fiscais da propaganda compareçam ao local, acompanhados da Polícia Militar, para cumprir a decisão, inclusive para coibir a utilização de boneco gigante, vedado pela legislação eleitoral, com a previsão de multa no valor de 2 a 8 mil reais.
  
O POVO Online não conseguiu localizar diretamente a organização do evento por volta das 21 horas desta sexta-feira. Nas redes sociais, porém, os organizadores disseram que "vai ter carreata sim". Recomendaram ainda, aos seguidores da página, que não divulgassem "nada que a mídia está postando contra a carreata".
  
"Trata-se da esquerda fazendo de tudo pra atrapalhar a campanha do Bolsonaro. Não adianta tentarem boicotar porque será o maior sucesso do Ceará", concluiu a publicação.
FONTE O POVO
Share:

Corregedor afasta juiz que planejava recolher urnas nas vésperas das eleições

O corregedor nacional da Justiça, ministro Humberto Martins, abriu nesta sexta-feira, 28, uma reclamação disciplinar contra o juiz Eduardo Luiz Rocha Cubas, do Juizado Especial Federal Cível de Formosa (GO), e determinou o afastamento do magistrado. Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), que pediu a abertura do procedimento, ele planejava conceder uma liminar no fim do dia 5 de outubro determinando que o Exército recolhesse urnas eletrônicas que serão utilizadas na votação, que ocorre no próximo dia 7. O caso será analisado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
A AGU explica que a liminar seria concedida no âmbito de uma ação popular que questiona a segurança e a credibilidade das urnas.
De acordo com o órgão, em 26 de setembro, a Consultoria Jurídica Adjunta ao Comando do Exército (Conjur-EB), órgão consultivo da AGU, elaborou informações sobre a ação popular apresentada em Formosa. Em despacho do magistrado, ele determinava preliminarmente que fosse oficiado o Comando do Exército Brasileiro, para que indicasse militar com patente de Oficial e/ou equipe apta para participar em "eventual perícia sobre as urnas".
A AGU relatou ainda que, em uma reunião ocorrida na última terça-feira, 25, no Quartel-General do Exército, o juiz deixou uma cópia da decisão que pretende proferir no caso. Cubas também teria informado que a notificação oficial do Comando do Exército sobre sua decisão aconteceria às 17h do dia 5 de outubro, para que não houvesse tempo da determinação ser revertida.
O órgão também observou que em nenhum momento foi avisado judicialmente pelo juiz da existência da ação popular, e que o magistrado deixou de digitalizar os autos, conferindo sigilo ao processo. Na peça apresentada ao CNJ, também é destacado que Cubas manifestou-se em vídeo divulgado no YouTube com conteúdo político-partidário. Na mídia, Cubas questiona a segurança e a credibilidade das urnas eletrônicas ao lado do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável do PSL Jair Bolsonaro.
A AGU destaca que, pelo viés ideológico, o magistrado buscou desacreditar o voto, "incentivando uma radicalização do discurso eleitoral que suprime a racionalidade essencial ao Estado de Direito". "Atuou com evidente parcialidade, ao se dirigir pessoalmente ao Comando do Exército, para antecipar o conteúdo de decisão a ser proferida, apresentar os 'desdobramentos' que reputa cabíveis, demonstrar 'plano de ação'", descreve a AGU.
O caso do magistrado será analisado pelo CNJ na próxima sessão do órgão, em 9 de outubro. A reportagem não conseguiu localizar o juiz até a publicação deste texto.
FONTE O POVO
Share:

Datafolha: Haddad sobe 6 pontos e chega a 22%; Bolsonaro mantém 28%

Jair Bolsonaro (PSL), marcou a mesma pontuação da última pesquisa, com 28% de intenções de voto. Fernando Haddad (PT) demonstrou crescimento de 6%, chegando ao 22%.
Ciro Gomes (PDT) oscilou para baixo, e marcou 11%. Geraldo Alckmin (PSDB) subiu 1 ponto, chegando a 10%. Marina continuou em queda, com apenas 5% de intenção de voto.
Confira abaixo a pesquisa, divulgada nesta sexta-feira, 28.
 Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
Marina Silva (Rede): 5%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera (PSTU): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 1%
Não sabe/não respondeu: 5%
 A margem de erro é de 2 pontos, para mais ou para menos. 
A pesquisa ouviu 9 mil eleitores entre quarta-feira, 26, e sexta-feira, 28, e está registrada no TSE como BR-08687/2018. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.
 FONTE O POVO

Share:

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Lewandowski autoriza Lula a conceder entrevistas a jornalistas

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta feira (28) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a conceder entrevistas da carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba, onde ele se encontra preso desde 7 de abril. A decisão do ministro foi proferida após reclamação ao STF feita pela jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, e pelo jornalista Florestan Fernandes. Eles contestaram decisão da juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, que em agosto havia negado o acesso da imprensa a Lula. Lewandowski acolheu os argumentos dos reclamantes e entendeu que a decisão da juíza seria uma censura prévia ao trabalho da imprensa, o que viola decisão do próprio Supremo, que na ação de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) 130 vetou qualquer tipo de censura prévia. “Dessa forma, não há como se chegar a outra conclusão, senão a de que a decisão reclamada, ao censurar a imprensa e negar ao preso o direito de contato com o mundo exterior, sob o fundamento de que ‘não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares’, viola frontalmente o que foi decidido na ADPF 130”, escreveu Lewandowski. O ministro também afastou a justificativa da juíza de que o acesso de jornalistas a Lula causaria um problema de segurança na carceragem onde ele se encontra, citando diversas entrevistas que presos em regime fechado concederam, “sem que isso acarrete problemas maiores ao sistema carcerário”. Entre as entrevistas citadas está a do ex-senador Luiz Estevão (2017), a do narcotraficante Marcinho VP (2016) e a da cantora mexicana Gloria Trevi (2001). “Não é crível, portanto, que a realização de entrevista jornalística com o custodiado, ex-presidente da República, ofereça maior risco à segurança do sistema penitenciário do que aquelas já citadas, concedidas por condenados por crimes de tráfico, homicídio ou criminosos internacionais, sendo esse um argumento inidôneo para fundamentar o indeferimento do pedido de entrevista”, disse o ministro. Desde 7 de abril, Lula cumpre, na capital paranaense, pena de 12 anos e um mês de prisão, imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).
 Fonte: Agência Brasil
Share:

Ex-mulher acusa Bolsonaro de furtar cofre de banco, ocultar patrimônio e agir com desmedida agressividade

A revista Veja desta semana traz matéria com Ana Cristina Siqueira, ex-mulher de Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República. Ela  acusa o presidenciável de furtar um cofre de banco, ocultar patrimônio, receber pagamentos não declarados e agir com “desmedida agressividade”.
Em trechos da reportagem, Ana Cristina , após mais de dez anos juntos e um filho, resolveu se separar, mas o caso acabou na Justiça. Eles disputavam a guarda do filho, hoje com 20 anos, e ela alegava que seu ex-marido resistia a fazer uma partilha justa dos bens. Por isso, em abril de 2008, ela deu entrada com uma ação na 1ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.
O processo, com mais de 500 páginas, ao qual VEJA teve acesso, contém uma série de incriminações mútuas que fazem parte do universo privado do ex-casal. Há, no entanto, acusações de Ana Cristina ao ex-marido que entram na esfera do interesse público porque contradizem a imagem que Bolsonaro construiu sobre si mesmo na campanha presidencial.
Agora, ela diz que as acusações que fez contra o ex-marido são fruto de excessos retóricos. Não é incomum que, em separações litigiosas, marido e mulher troquem acusações infundadas, destinadas a magoar ou tentar extrair alguma vantagem. Mas uma consulta ao processo e suas adjacências mostra que Ana Cristina não estava mentindo. O furto do cofre, por exemplo, realmente ocorreu. Em 26 de outubro de 2007, ela esteve na agência do Banco do Brasil e, misteriosamente, sua chave não abriu o cofre. Chamado ao local, um chaveiro destravou o equipamento, e Ana Cristina constatou que estava vazio. “Isso só pode ter sido coisa do meu ex-marido”, disse ela aos funcionários do banco. Um deles tentou acalmá-la, sem sucesso. “Ele pode tudo, e vocês têm medo dele”, respondeu ela. No mesmo dia, Ana Cristina registrou um boletim de ocorrência sobre o furto na 5ª Delegacia da Polícia Civil.
Outro lado
Ainda internado depois do atentado, Bolsonaro não quis se manifestar sobre as acusações da ex-mulher.
Fonte O Povo
Share:

Ex-governador de Goiás, Marconi Perillo é alvo de busca e apreensão na Operação Cash Delivery

A operação Cash Delivery, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 28, pela Polícia Federal (PF), realiza busca e apreensão em endereços ligados ao ex-governador de Goiás e candidato ao Senado pelo PSDB, Marconi Perillo.
 A investigação teve como base os relatos dos delatores Fernando Reis e Alexandre Barrados. Em suas colaborações, eles citaram terem repassado R$ 10 milhões a Perillo - R$ 2 milhões na eleição de 2010 e outros R$ 8 milhões em 2014.
O caso tramitava no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas foi enviado à Justiça Federal de Goiás em abril, após Perillo deixar o governo para se candidatar ao Senado. O jornal O Estado de S. Paulo revelou, em julho, que antes do caso sair do STJ, a Procuradoria-geral da República havia solicitado a quebra de sigilo telefônico de Perillo e do ex-tesoureiro de sua campanha, Jayme Rincón. Atualmente, Rincón é presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop).
 A Cash Delivery cumpre 14 mandados de busca e apreensão e 5 de prisão temporária, expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal de Goiás, nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia (GO), Pirenópolis (GO), Aruanã (GO), Campinas (SP) e São Paulo.
 As investigações conduzidas pela Polícia Federal validaram o conteúdo das colaborações premiadas de executivos da Odebrecht realizadas junto à Procuradoria-Geral da República.
 Os envolvidos, entre eles empresários, agentes públicos e doleiros, responderão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
Fonte O Povo
Agência Estado
Share:

SERVIDORES PÚBLICOS SÃO PRESSIONADOS E OBRIGADOS A FAZER CAMPANHA PARA OS CANDIDATOS DO PREFEITO.


DENUNCIA
Segundo denuncia, de vários servidores lotados na secretária de saúde do município de Assaré as, gestoras que ocupam a pasta, Roberta (Secretária) e Amanda (coordenadora), estariam pressionando os servidores a realizar panfletagens nas residências do município e que o prefeito municipal estaria sabendo do ilícito, pois o mesmo era quem entregava os panfletos e adesivos para a realização do trabalho.
O fato já vem ocorrendo durante a campanha eleitoral e que os candidatos apresentados são para os cargos de Deputado Federal e Estadual,  Domingos Neto e Anderson Palácio.
A prática realizada não é permitida por lei eleitoral.

Share:

CONHEÇA AQUI O MAIOR ADULADOR DE LULA.


Nascido em Mangabeira Distrito de Lavras da Mangabeira CE. Pedro ficou conhecido como o maior adulador de Lula por suas postagens na internet através de áudios.

Assista ao vídeo


Share:

Vice de Bolsonaro abre crise na campanha; rivais atacam

O novo episódio envolvendo Mourão na campanha presidencial deixou Bolsonaro contrariado. Interlocutores do PSL armam que o general já havia sido advertido outras três vezes pelo cabeça de chapa para que fosse mais comedido em suas palestras e evitasse temas controversos para poupar a candidatura. A crítica de Mourão ao pagamento do 13º salário e do abono das férias ocorreu na última quarta-feira durante uma palestra na Câmara de Dirigentes Lojistas de Uruguaiana (RS). Na ocasião, o militar comparou os benefícios trabalhistas a “jabuticabas brasileiras”. Ou seja, algo que só tem no Brasil.  “Temos algumas jabuticabas que a gente sabe que é uma mochila nas costas de todo empresário. Jabuticabas brasileiras: 13º salário. Se a gente arrecada 12 (meses), como é que nós pagamos 14? É complicado. E (o Brasil) é o único lugar em que a pessoa entra de férias e ganha mais”, disse Mourão, no evento. Logo que a notícia foi divulgada, o presidenciável foi quem ligou para seu companheiro para repreendê-lo. Em seguida, foi ao Twitter para desautorizá-lo e expor publicamente sua contrariedade. “O 13° salário do trabalhador está previsto no art. 7° da Constituição em capítulo das cláusulas pétreas (não passível de ser suprimido sequer por proposta de emenda à Constituição). Criticá-lo, além de uma ofensa a quem trabalha, confessa desconhecer a Constituição”, escreveu o presidenciável, manifestando contrariedade com seu vice publicamente. Segundo o presidenciável, o vice tem que dar explicações e defender a tese de que suas declarações eram de cunho pessoal, e não um posicionamento da campanha. Agora, Bolsonaro quer o vice compareça a debates para que explique suas declarações públicas. Ontem, a campanha chegou a cogitar afastá-lo dos eventos com os adversários.  Recuo O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, reforçou que a crítica aos benefícios é uma posição pessoal do militar, e não um plano de governo. No final da tarde de ontem, o vice de Bolsonaro divulgou uma nota amenizando suas declarações. Armou que a crítica feita ao 13º salário e ao adicional de férias não significa uma proposta de mudar os benefícios. Mourão reclamou que a fala teria sido “descontextualizada” e que desejava apenas expor aos empresários o “custo Brasil”.  Os adversários de Bolsonaro na disputa presidencial reagiram às declarações do general. Alckmin (PSDB) levou ao programa de TV uma referência ao tema, inserida de última hora: “Ele não, 13º sim”. A partir de hoje, a fala do general passará a ser explorada no rádio e na TV.  Em nota, a Comissão Executiva Nacional do PT armou que o 13º “é uma conquista histórica da classe trabalhadora, assim como a gratificação de férias”. O partido disse que é “inacreditável que alguém se candidate a governar o País propondo massacrar ainda mais os trabalhadores”. O candidato da legenda, Fernando Haddad, é o segundo colocado nas pesquisas, atrás de Bolsonaro.  Ciro (PDT), que está em terceiro, armou que quem não tinha motivos para não votar no candidato do PSL, agora ganhou. “Imagine que esse homem pode virar presidente da República, como acabou acontecendo com três vices na História recente do Brasil, entre eles Sarney e Temer”, disse Ciro, em vídeo nas redes sociais.  Marina Silva (Rede) tuitou que Mourão “atacou a Constituição” e armou que os eleitores precisam ter atenção com os vices de cada chapa. “Vice do Bolsonaro, Mourão atacou a Constituição quando ‘jabuticabou’ a importância do 13º salário e férias”. Além de analisar os candidatos, PRESTEM MUITA ATENÇÃO NO VICE. Já sabemos o que a escolha mal feita de um vice pode fazer ao País”, disse. 
Fonte Diario do Nordeste
Share:

Ao menos 20 municípios do CE têm atos de mulheres contra Bolsonaro marcados para sábado (29)

Grupos organizados de mulheres vão às ruas contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), neste sábado (29). No Ceará, as manifestações da campanha ´Mulheres contra Bolsonaro" ocorrerão em, pelo menos, 20 cidades. A mobilização em Fortaleza está marcada para as 15 horas, na Praia de Iracema, nas proximidades do Centro Cultural Belchior. De acordo com as organizadoras, as atividades são suprapartidárias e rejeitam o “avanço do autoritarismo político no Brasil”, tendo como linha principal a defesa da democracia e dos direitos sociais e humanos. Uma das organizadoras do grupo cearense arma ter sofrido violência por estar à frente da manifestação. "De certa forma a gente está sendo atacada há muito tempo, inclusive nosso grupo local foi invadido por um homem me ameaçando de  morte, por uma rede social", arma a jornalista Ali Nacif. Helena Barbosa, também organizadora do movimento contra Jair Bolsonaro, contou que a comissão está tomando previdências para evitar qualquer situação de violência contra as participantes. “Tivemos hoje em uma reunião com representantes da Secretaria de Segurança Pública para nos resguardar, pois estamos ameaçadas de atentados” arma. Por que elas dizem #EleNão? O capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro já declarou que defende a ditadura e fez elogios ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que comandava a tortura no DOI-CODI, na época da ditadura militar de 1964. Além disso, já armou que "não contrataria mulheres com o mesmo salário que homens" e que "preferiria ver um dos lhos homens morto do que namorando outro homem". Candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro,o general Hamilton Mourão (PRTB) tem acirrado a polêmica. Em entrevista recente, armou que famílias cheadas só por mães e avós são “fábricas de desajustados”. A declaração gerou uma onda de críticas e ampliou a rejeição à do PSL. Veja a agenda de atos no Interior do Ceará no dia 29: · Canindé – Praça Tomaz Barbosa, às 9h; ·
 Crateús – Teatro Rosa Morais, às 18h; · 
Fortaleza – Praia dos Crushes (Centro Cultural Belchior), às 15h; ·
 Icó – Coluna da Hora, às 17h;
 Iguatu – Praça da Matriz, às 17h; ·
 Itapipoca – Praça do Cata, às 8h; · 
Jaguaretama – Praça Central, às 7h; ·
 Jaguaribara – Rotatória Central, às 17h; · 
Jardim – Escola Jereissati, às 16h; · 
Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato (unificado) – Praça do Giradouro, às 16 horas; ·
 Limoeiro do Norte – Praça do BNB, às 7h30; ·
 Mulungu – Praça do Relógio, às 9h; · 
Nova Russas – Posto Lima (Bela Braz), às 16h; ·
 Paracuru – Praça dos Taxistas, às 15h; · 
Paramoti – Praça Frei Cirilo, às 16h; · 
Pentecoste – Praça do CSU, às 16h; ·
 Piquet Carneiro – Praça da Matriz, às 17h; ·
 Santa Quitéria – Seis Bocas, às 18h; ·
 Senador Pompeu – Praça da Juventude, às 17h; ·
 Solonópole – Transmissores Alto Vistoso, às 17h30; 
· Excepcionalmente, em Maracanaú, a atividade acontece no dia cinco de outubro, com concentração na Praça da Estação (Centro), às 17h.
 Fonte: Diário do Nordeste
Share:

Pai é preso por manter filha de 12 anos em cárcere privado por quase dois meses no PI

Na tarde de terça-feira (25), uma ação conjunta do Conselho Tutelar e da Polícia Militar resgatou uma adolescente de 12 anos no bairro Anita Ferraz, na Zona Leste de Teresina. A criança era mantida em cárcere privado pelo pai desde agosto e ele foi preso em flagrante. De acordo com a delegada Georgiane Cardoso, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), o Conselho Tutelar tomou conhecimento do caso através de uma denúncia anônima. Segundo a denúncia, o pai da criança é dependente químico e estava vivendo um forte período de abstinência. “Ele apresenta um quadro de surto e, no começou de agosto, ele proibiu a lha de frequentar a escola. Ela simplesmente não saía nem na calçada de casa, sendo mantida ao lado do pai o tempo todo”, declarou a delegada. Ainda segundo Georgiane, a adolescente apresenta um bom desenvolvimento escolar e está revoltada por ter sido proibida de ir à escola. “Ela mora com o pai e a avó, que aparentemente não conseguiu fazer nada pela menina. O pai já havia sido denunciado anteriormente por ter agredido fisicamente a ex-esposa, mãe da adolescente”, completa. Uma audiência de custódia com o suspeito foi realizada na manhã desta quarta feira (26) e a DPCA solicitou que a guarda da adolescente fosse concedida para a mãe.
Fonte: G1 PI
Share:

Quadrilha fortemente armada é presa pela Polícia Civil no Sertão Central

Quatro pessoas foram presas, na tarde desta quinta-feira (27), durante uma operação da Polícia Civil de Senador Pompeu e do Departamento de Polícia do Interior Sul (DPI), no Sertão Central. Com os suspeitos, a Polícia apreendeu uma submetralhadora, uma espingarda calibre 12 artesanal de cano curto e diversas munições dos calibres 380 e 38. Também form apreendidas drogas (maconha, crack e cocaína), balança de precisão, anotações e uma grande quantidade de dinheiro. Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Senador Pompeu, para prestar os devidos esclarecimentos. 
Fonte: Diário do Nordeste
Share:

Títulos cancelados poderão ser recuperados em novembro, diz TRE-CE

Os eleitores cearenses que tiveram o título cancelado por falta do cadastro biométrico podem regularizar - e recuperar o documento - a partir do dia 5 de novembro deste ano, de acordo com Tribunal Regional Eleitoral no Ceará (TRE-CE). Em todo o estado, 453 mil eleitores foram afetados por decisão desta quarta-feira (26), do Supremo Tribunal Federal (STF), que manteve o cancelamento de títulos eleitorais por ausência à biometria obrigatória. Com o título cancelado, o eleitor fica impedido de votar nas eleições de outubro. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 3,4 milhões de eleitores tiveram título cancelado por não comparecer à revisão do eleitorado, na qual o cadastramento biométrico é realizado. Biometria no Ceará No Ceará, eleitores de 129, dos 184 municípios, estavam obrigados a realizar o cadastro biométrico, de acordo com determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Fortaleza, o recadastramento não era obrigatório para as eleições de outubro deste ano. As cidades cearenses que têm mais eleitores prejudicados com o cancelamento do título são Caucaia (28.628), Juazeiro do Norte (21.666), Maracanaú (19.330), Sobral (13.431) Crato (11.951) e Iguatu (11.951). Punição Quem teve o título de eleitor cancelado e não poderá votar nas próximas eleições. Além disso, fica impedido de: - Tomar posse em cargo público; - Emitir ou renovar passaporte; - Contrair empréstimo em instituições bancárias oficiais; - Participar de programas assistenciais do governo; - Matricular-se em instituição pública de ensino, dentre outras repercussões.
 Fonte: G1 CE 
Share:

Alexandre Frota é condenado a indenizar Gilberto Gil por danos morais

A Justiça do Rio de Janeiro condenou Alexandre Frota a pagar 20.000 reais a Gilberto Gil de indenização por danos morais. Em 2017, o cantor processou o ex-ator pornô e candidato a deputado federal por causa de uma publicação no Twitter insinuando que Gil roubava recursos da Lei Rouanet. A juíza Rafaella Ávila de Souza Tuyffi Felipe, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, entendeu que Frota “extrapola o livre direito de informação” ao veicular armações desprovidas de qualquer prova, “causando danos à imagem e à honra” de Gil. Segundo ela, trata-se de “exigir maior responsabilidade daqueles que lidam com a liberdade de expressão”, especialmente diante da velocidade de propagação dos conteúdos postados na internet. Recentemente, Frota foi condenado em outro processo de danos morais, movido por Chico Buarque. Em ambos os casos, o aspirante a político ainda pode recorrer da decisão. A reportagem de VEJA não conseguiu contato com Alexandre Frota para comentar o caso. 
Fonte Veja
Share:

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram RSS Feed Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

Encontro como Reitor

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Iohara Ótica, Jóias e Relógios

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

As Mais Lidas

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site