quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Câmara de Juazeiro do Norte aprova 13º salário de parlamentares


Com um auditório vazio, no início da noite da última terça-feira (18), a Câmara Municipal de Juazeiro do Norte aprovou, em sessão extraordinária, uma emenda proposta pela Mesa Diretora, que concede o 13º salário aos seus 21 vereadores. Foram 11 votos a favor e cinco contrários ao pagamento, que começará no ano que vem. A decisão terá um impacto de R$ 210 mil no orçamento anual da Casa.
O projeto surgiu na última semana com 16 assinaturas, dentre elas, do vereador Damian de Firmino (PRTB), que propôs a sessão extraordinária. “O 13º foi aprovado e reconhecido pelo STF”, justificou o parlamentar. Antes de dar entrada no projeto, os vereadores consultaram a assessoria jurídica do Parlamento, que alegou constitucionalidade. “Nós avaliamos, vimos que não está no limite da folha. Não é uma coisa que vai gerar mensalmente. É uma vez por ano”, ponderou Damian de Firmino.
“Quanto ao pensamento da população, é um direito nosso. Cabe a cada um (dos vereadores) abdicar. Não adianta vir com hipocrisia, ser contrário e receber”, acrescentou o vereador Damian.

O presidente da Câmara Municipal, Glêdson Bezerra (PMN), que se manifestou contra a emenda, informou que o debate sobre o 13º só aconteceu no início deste ano, quando a União dos Vereadores e Câmara do Ceará (UVC) realizou uma série de palestras falando sobre as prerrogativas dos vereadores. O assunto voltou a ser discutido quando a entidade retornou para um segundo curso. “Minha posição sempre foi a mesma”, garante Glêdson Bezerra.
O parlamentar disse não ser “interessante” a aprovação do 13º salário pelo momento de crise econômica que o País enfrenta. “Na época em que nós estamos cortando custos, Município em crise. Tem hora para tudo”, avaliou.
Impacto
O valor será retirado do repasse mensal que a Câmara de Vereadores recebe do Município. Em 2018, somando a quantia de R$ 1.264.415,52 de dezembro, o Parlamento recebeu R$ 15.157.351,56. Apesar disso, a quantia do 13º não atingiria o percentual máximo destinado para folha de pagamento, de 70%.
O mesmo repasse continuará sendo dado à Câmara Municipal. No entanto, pode impactar nos recursos aplicados na compra de equipamentos, obras ou pagamento de dívidas. “Eles já recebem do orçamento e tem uma programação para o ano”, explica o secretário de Administração e Finanças de Juazeiro do Norte, Evaldo Soares.
Cidades vizinhas
No Crato, município vizinho, os vereadores receberam o 13º, pela primeira vez, neste ano. Através de decreto da Mesa Diretora, o benefício foi autorizado sem necessidade de passar por votação, seguindo orientações da UVC.
Já em Barbalha, o tema chegou a ser debatido, mas logo foi descartado pela limitação orçamentária da Câmara Municipal. Lá, teria um impacto anual de cerca de R$ 140 mil.
 Fonte DN

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site