domingo, 13 de janeiro de 2019

Onda de violência diminui no Estado nos últimos dias

A onda de violência diminuiu no Estado, durante o fim de semana, mas ainda resiste, apesar dos esforços do Governo em reforçar o policiamento ostensivo e em aprovar leis de combate ao crime organizado no Ceará. Já são 12 dias de ações criminosas, com um total de duzentas e uma ocorrências.
Os criminosos estão investindo em ações grandiosas e têm voltado a atenção para alvos no interior do Estado, longe do forte aparato policial montado na Capital, conforme uma fonte da Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).
Foi assim que um grupo tentou explodir uma ponte sobre o Rio Choró, em Chorozinho, na BR-116, na madrugada de ontem. A Polícia Militar chegou no momento da ação criminosa e trocou tiros com os suspeitos, mas ninguém foi detido. Os explosivos prejudicaram uma parte da ponte, no sentido interior-Capital, que acabou interditada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), durante a manhã.
Ainda na madrugada de ontem, criminosos explodiram uma bomba na Ponte do Peixe Gordo, em Tabuleiro do Norte, mas os danos foram mínimos e não comprometeram a estrutura da via, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Em Fortaleza, um artefato explosivo foi arremessado contra a 7ª unidade do Juizado Especial Criminal de Fortaleza, mas atingiu apenas uma coluna e uma janela do prédio. Nenhum suspeito foi detido nas duas ações criminosas.
Os poucos ataques ocorridos nos últimos dias têm se concentrado na noite e madrugada. "Durante o dia está mais tranquilo. A violência está pegando mesmo na noite e, principalmente, na madrugada. A curva (de ocorrências) é ascendente na semana, mas no fim de semana muda", avalia uma fonte da Inteligência.
A população segue assustada, mas retoma a sua rotina, aos poucos, durante o dia. No sábado (12), o cenário foi o mesmo. Durante a madrugada e princípio da manhã (5h20), foram registrados ataques a uma torre de transmissão de energia da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), que tombou após uma explosão, no Distrito Industrial, em Maracanaú; e a uma concessionária, na Avenida Washington Soares, no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza, que causou avarias a um total de 24 veículos. À noite, dois automóveis foram queimados em ações criminosas distintas, no Siqueira, na Capital; e em Umirim. Ao menos dois suspeitos pelo ataque no interior foram presos.
Estratégias
O Estado segue se cercando de medidas para combater o crime organizado. Após receber o reforço de mais de 500 homens de tropas federais e de policiais militares da Bahia, Piauí, Pernambuco e Santa Catarina, o Governo sancionou, ontem, novas leis, como a criação do Fundo de Segurança Pública e Defesa Social e da Lei de Recompensa, para incentivar cidadãos a fornecerem informações relevantes à Polícia cearense.
Fonte DN
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Rádio Patativa FM 105,9

Curta Nossa Página no Facebook

VMC CAR

Max Gel

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Metal Serra Construtora

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Casa dos Aposentados

Madral Madeira e Material de Construções

Laboratório Oswaldo Cruz

Dr. Wagner Maia Crm-Ce

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site

Arquivos do Site