Clique na Imagem e Ouça a Patativa FM 105,9 Ao Vivo

Pages

terça-feira, 16 de abril de 2019

MPCE descobre esquema que sonegou R$ 220 milhões em quatro anos

Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) deflagrou nesta terça-feira, 16, operação de combate à sonegação fiscal em Fortaleza e em cidades do Interior. Na ação, foram expedidos 18 pedidos de prisão temporária ou preventiva, além de 35 mandados de busca e apreensão. Empresa Bandeira Indústria de Alumínio LTDA é apontada como a principal beneficiária do esquema, tendo supostamente sonegado em torno de R$ 220 milhões em quatro anos.
Denominada como “Aluminium”, a operação contou com parceria das Secretaria da Fazenda (Sefaz), da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e da Receita Federal além do próprio MPCE. Os 53 mandados judiciais foram cumprindo nesta manhã nas seguintes cidades: Juazeiro do Norte, Jaguaribe, Eusébio, Fortaleza e também em São Paulo e Sergipe.
Os trabalhos de investigação começaram em 2018, após informação da Sefaz de que haviam evidências de “gigantesco esquema criminoso” voltado para crimes contra a ordem tributária.
Indícios apontam para a existência de pelo menos 24 empresas, sendo 18 de fachada e quatro de capital fechado, criadas com o propósito de corroborar com o suposto esquema de favorecimento da Bandeira. A empresa é sediada em Jaguaribe e atua atendendo aos mercados de fundição, construção civil e industrial em partes do Brasil.
De acordo com o MPCE, no entanto, as empresas com as quais a Bandeira mantém relações são de fachada, estabelecidas no Maranhão, Piauí, Ceará, Sergipe e São Paulo. Entre 2014 e 2018, os empreendimentos teriam movimentado R$ 5,5 bilhões, dos quais, somente a Bandeira teria sonegado cerca de R$ 220 milhões.
O esquema consiste na criação de empresas fictícias constituídas por “laranjas” e responsáveis pela emissão de milionárias notas fiscais fraudulentas com o intuito de gerar créditos indevidos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) às empresas.
MPCE informa que esta pode ser a maior operação contra sonegação fiscal no Estado. Há indícios ainda de fraude tanto contra o Programa de Integração Social (PIS) e quanto a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Constam solicitações de ressarcimento à Receita, por parte da Bandeira.
O POVO Online entrou em contato com a Bandeira Indústria por meio de e-mail nesta tarde e aguarda resposta.
Operação Aluminium em números
Pelo menos três pessoas foram presas nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 16, pela operação Alumínio.
No Ceará foram expedidos 15 mandados de prisão (temporária ou preventiva) e outros 31 mandados de busca e apreensão. Em São Paulo os números foram: três mandados de prisão e outros três de busca e apreensão. Já em Sergipe houve um despacho de busca e apreensão.
Fonte O Povo

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Notícias em Aúdio

Gonverno do Estado

Clique acima e confira ou se preferir clique AQUI

Mob Telecom

Mob Telecom O dom de conectar: 0800-020-9000

Curta Nossa Página no Facebook

O Barateiro da Cidade

Distribuidora Roque

Nova Assaré Loteamento

Farmácia Menor Preço

Vivo em qualquer lugar use vivo

Inove Eventos

Produtos Nativus

Afagu

Ópcas Afagu

Burger KING

Samuel Rulin

Odonto Clinica

Karirí da Sorte Cap

Loja Barateira

Rejuntamix 100% de Qualidade

Seguro Previdência Créditos

Caixa Aqui Data Contábel

LPC NET

Total de visualizações do Site